____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

BÍBLIAS E MATERIAL CRISTÃO QUEIMADOS POR EXTREMISTAS HINDUS

Vídeos publicados na internet mostram cristãos sendo insultados ao ser pegos distribuindo material cristão no sul da Índia


 22 DE FEVEREIRO DE 2018        

 Bíblias queimadas por extremistas hindus


Na última semana, dois vídeos de materiais cristãos sendo queimados no sul da Índia viralizaram na internet. No sul do país, a lei anti-conversão ainda não foi implementada, mas mesmo assim há forte oposição à distribuição de Bíblias e materiais cristãos. Em ambos os vídeos, cristãos que estavam distribuindo Bíblias e folhetos cristãos são agredidos verbalmente e ameaçados, enquanto o material é confiscado ou queimado. Os incidentes foram confirmados por nossos colaboradores de campo.


Em um dos vídeos, o carro de cristãos que estavam distribuindo Bíblias foi parado por extremistas hindus. Eles lhes dirigiam palavras como: “Vocês, cristãos, sumam daqui. É a primeira vez que os vemos, por isso vamos deixá-los ir. Da próxima vez vão ficar sem o carro. Vão embora, senão nós vamos queimar o carro. Na verdade, deveríamos queimar todos vocês, assim essas coisas não aconteceriam. Tirem fotos dos rostos deles! Ponham gasolina nas Bíblias; abram e rasguem as páginas, para que queimem direito”.

No outro vídeo, cristãos estavam distribuindo folhetos e Bíblias para estudantes perto de uma escola em um vilarejo. Eles foram pegos por extremistas hindus, que jogaram o material fora. Eles os insultavam, dizendo: “Por que vocês estão distribuindo folhetos aqui? Não há nenhum cristão nesse vilarejo. Esse povo está recebendo dinheiro de vários lugares para converter as pessoas. Querem fazer lavagem cerebral. Olhem para os folhetos, seus ‘aleluia’”.

Com incidentes de violência ocorrendo quase que todos os dias na Índia, o medo tem aumentado entre os cristãos perseguidos. Nos estados em que a lei anti-conversão vigora, a distribuição de Bíblias e folhetos é considerada um crime passível de punição. É visto como uma tentativa de atrair pessoas ao cristianismo usando “meios fraudulentos”. Ore pela Igreja Perseguida da Índia, para que permaneça firme no propósito de ser sal da terra e luz do mundo.

DIP 2018
Este ano o Domingo da Igreja Perseguida será no dia 27 de maio e terá a Índia como tema. Não deixe de se envolver com a causa dos cristãos perseguidos por causa de sua fé! Cadastre sua igreja. Para mais informações, clique aqui.

Fonte:www.portasabertas.org.br

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

CRISTÃOS ANTES PERSEGUIDOS AGORA COMPARTILHAM ÁGUA

Cristãos guineenses se vêm esperançosos com a possibilidade de maior aproximação e amizade com os outros moradores


 21 DE FEVEREIRO DE 2018        

 A comunidade cristã aproveita a água do poço, esperançosa por tempos com menos perseguição


Os anciãos da aldeia e os chefes de família reagiram positivamente ao novo poço de água construído pela Portas Abertas, embora parceiros locais já abastecessem a pequena igreja na vila de Bélékpala, no extremo sul da Guiné (África Ocidental), perto da fronteira da Libéria. Era a primeira vez que a pequena igreja de Pierre poderia compartilhar recursos com os aldeões que até então se opunham fortemente ao “espírito cristão”. É um final feliz para uma longa e difícil luta.


Quinze anos atrás, Simon Pierre, que agora tem seus setenta anos, decidiu seguir a Jesus. Na pequena comunidade predominantemente animista de Bélékpala, ele não era mais bem-vindo. Humilhado, insultado, odiado, marginalizado e até ameaçado de morte várias vezes, Pierre resistiu à perseguição. Algumas pessoas foram tocadas por sua vida e mensagem e decidiram se juntar à sua fé.

Deus preservou a vida do cristão, e seu pequeno grupo de cristãos se transformou em uma pequena igreja. Os membros juntaram dinheiro e construíram um pequeno templo. As mulheres cristãs eram humilhadas nos dois poços da aldeia quando iam tirar água. Além disso, ninguém foi autorizado a vender arroz a nenhum dos cristãos, mesmo quando eles estavam em grande necessidade. A morte de um cristão foi uma razão para alguns aldeões celebrarem.

POÇO DA IGREJA FOI INAUGURADO EM JANEIRO

Durante uma visita em novembro do ano passado, a Portas Abertas decidiu ajudar essa pequena igreja trazendo algo que não só ajudaria os cristãos, mas também seus companheiros de aldeia. Assim, construíram uma ponte de amizade: um poço de água. Em 24 de janeiro, o poço foi oficialmente entregue à igreja. Pouco antes, a Portas Abertas também distribuiu à comunidade 500kg de arroz.

Os líderes tradicionais locais e os chefes de família ficaram surpresos ao serem convidados para as festividades de inauguração do poço. Naquele dia, para a surpresa de todos, os líderes tradicionais prometeram parar seus rituais e outras atividades espirituais contra os cristãos e respeitá-los. E, para respaldar a promessa deles, deram-lhes uma pequena área perto da igreja para que os cristãos cultivem. Os aldeões também desfrutam do poço que os parceiros da Portas Abertas ajudaram a construir para a igreja. Por ser muito profundo, a qualidade da água é melhor que a dos outros dois poços da aldeia.

PEDIDOS DE ORAÇÃO

Agradeça ao Senhor por esta oportunidade de poder fornecer recursos através dos nossos fiéis parceiros.


Ore para que este poço, associado à pequena igreja local, seja o início de uma nova era em Bélékpala.


Peça que os cristãos tenham mais oportunidades de testemunhar o amor de Deus a seus vizinhos.


Envolva-se com a Igreja Perseguida da África
Você pode levar melhores condições aos cristãos perseguidos da África. Saiba como se envolver em um de nossos projetos clicando aqui.

Fonte:www.portasabertas.org.br

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

CELEBRE A VIDA 2018: CRISTINA MEL PARTICIPARÁ DE CULTO DE GRATIDÃO EM UPANEMA-RN

Vídeo: “Quem pode dar glória Deus”, diz pastor antes de morrer pregando neste domingo

Este é o quarto caso de pastor que morre nos últimos meses ministrando a palavra do Senhor.


20 de fevereiro de 2018


    


Da Redação JM Notícia

Pastor Walter, Titular do Centro Evangelístico Internacional Mutua – CEI Mutuá)

Mais um pastor morre durante a ministração da palavra de Deus em igrejas brasileiras.  Trata-se do respeitado pastor Walter Vieira,  Titular do Centro Evangelístico Internacional Mutuá – CEI Mutuá, localizado em  São Gonçalo – Rio de Janeiro. Ele faleceu neste domingo (18), à noite quando ministrava a palavra de Deus. Na hora da ministração, ele pregava sobre o Salmo 119: 

“Havia muitas luzes no cenáculo onde estavam juntos… o que eu aprendo com esta palavra, é que havia muita luz… Salmo 119 diz: Lâmpada para meus pés é a tua palavra e luz para o meu caminho. Quem pode dar glória Deus”? Após dizer glória Deus, o pastor Walter teve um enfarto fulminante e faleceu ainda no púlpito da igreja.

O pastor será sepultado na manhã desta terça-feira no Cemitério São Gonçalo. Ele deixa mulher e dois filhos.

Ele deixou filhos e esposa.

CASOS RECENTES

Este é o quarto caso de pastor que morre nos últimos meses ministrando a palavra do Senhor.

No último domingo (11), o presbítero Francisco Noronha, 2º vice-presidente da Igreja Assembleia de Deus – Missão de Santo Antônio de Jesus, na Bahia, também teve um infarto durante o culto deste domingo (11) e veio a falecer.

Segundo informações, ele pregava a palavra de Deus quando passou mal e caiu no altar da igreja. Ele chegou a ser socorrido no Hospital Regional, mas não resistiu ao infarto.

Em novembro, o pastor Edvaldo José da Silva (56 anos),  da Assembleia de Deus Ministério Missão, em Arapiraca (AL), faleceu quando pregava em um culto festivo na filial de Vila Bananeiras, zona rural da cidade.

De acordo com testemunhas, enquanto pregava, passou a sentir fortes dores no peito e chegou a ser socorrido à Unidade de Emergência Daniel Houly, mas os médicos pouco puderam fazer, de acordo com informações do Alagoas 24Horas.

Em agosto de 2017, que morre no púlpito pregando, foi o Pastor Jimme Javier Cherre Lizama, mais conhecido como pastor Dima. Ele faleceu na enquanto pregava na  Igreja Jesus Reis dos Reis, na cidade de Parauapebas, no Pará.

Fiéis da igreja afirmam que antes de cair no chão, o pastor interrompeu a pregação para dizer que Deus estava lhe mostrando um caixão no meio da igreja.

Logo após, ele faleceu no púlpito por conta de uma parada cardíaca fulminante por volta das 21h30. Natural do Peru, o pastor tinha 46 anos

VEJA O VÍDEO


fonte:

http://www.jmnoticia.com.br/2018/02/20/

CRISTÃO EX-MUÇULMANO É PRESSIONADO A VOLTAR À ANTIGA FÉ

Abdul* se converteu após sonhar com Jesus, mas seus pais o expulsaram de casa e agora se sente sozinho


 20 DE FEVEREIRO DE 2018        

 Adbul (primeiro da direita para a esquerda) e outros cristãos perseguidos por se converterem a Jesus


Abdul é um rapaz indonésio de 21 anos. Quatro anos atrás, ele sonhou duas vezes com um homem de vestes reluzentes. Perturbado com os sonhos e movido por uma força maior, procurou uma igreja. Lá ele descobriu que o homem de vestes reluzentes era Jesus. Desde então, entregou a vida a Jesus e começou a ler a Bíblia e ir à igreja secretamente.


No entanto, o segredo foi descoberto quando um de seus amigos o viu entrando na igreja um dia. A notícia chegou à sua família e seus pais tentaram forçá-lo a voltar para o islamismo. Abdul, decidiu, então, manter a aparência externa como muçulmano, mas no seu coração continuou acreditando em Jesus. Mas recentemente seus pais descobriram que ele ainda é cristão. Então eles o expulsaram de casa e cortaram todo seu suporte financeiro.

Todos os seus parentes, que são conhecidos na cidade por ser uma família religiosa e bem-educada, o insultam e zombam dele. Atualmente, Abdul está ficando na casa de um amigo. O cristão perseguido confessa que se sente sozinho e pergunta: “É isso que acontece quando decidimos seguir a Jesus?” Ele acrescenta que está passando pelo dilema de continuar seguindo a Cristo ou voltar para o islamismo. É o momento de sustentá-lo com nossas orações!

*Nome alterado por motivo de segurança.

Pedidos de oração:

Ore para que Abdul seja tomado pela convicção do amor de Deus por ele.


Clame por perseverança nesse tempo de provação, que sirva de crescimento para uma vida de maior comunhão com Deus.


Interceda para que a equipe tenha sabedoria para ajudá-lo da melhor forma possível.


Fonte:www.portasabertas.org.br

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Culto de Missões

CRISTÃOS PERSEGUIDOS E SECRETOS RECEBEM TREINAMENTO

Ore para que esses líderes de países fechados ao evangelho sejam plenamente capacitados à obra para a qual foram chamados


 16 DE FEVEREIRO DE 2018        

 Ore pela capacitação da Igreja Perseguida no Golfo


Um grupo de cristãos perseguidos e secretos está participando de um treinamento para líderes de jovens esta semana. O curso oferece capacitação nas áreas bíblica e de oração, entre outras. O grupo que participa do curso é formado por cristãos de países remotos e fechados ao evangelho.


Um dos participantes testemunha que o curso é uma resposta às orações por seu país: “Eu vim aqui porque tenho esperança. Temos atravessado uma noite escura na nossa terra, mas nos apegamos às promessas e nos preparamos para o surgimento dos primeiros raios de sol”, diz o cristão cuja identidade precisa ser protegida por motivos de segurança.

Segurança é uma questão constante para esses cristãos perseguidos, que correm risco de vida caso sua fé seja descoberta. Isso significa que eles não podem ter a identidade ou fotos publicadas em sites ou nas redes sociais. Um deles diz: “Eu quero estar vivo para fazer o que Deus quer que eu faça”. Ore para que seja um tempo muito produtivo, de crescimento, aprendizado e desenvolvimento de dons e talentos.

Você pode contribuir com a formação de cristãos
O desafio deste ano é transformar 7 mil cristãos por meio da produção e distribuição de recursos bíblicos nas línguas locais e conectá-los com outros irmãos através de um aplicativo de celular. Seja um agente dessa transformação no coração do islã. Para saber como, clique aqui.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

SAIBA COMO A IGREJA SOBREVIVE NA COREIA DO NORTE

Um dos segredos é dividir o pouco que tem; o outro e não desistir, mesmo se você for pego


 15 DE FEVEREIRO DE 2018        

 "Amem-se uns aos outros como eu os amei" (João 15.12) (Foto representativa por razões de segurança)


Na Coreia do Norte, onde a maioria das pessoas sobrevive com muito pouco e as colheitas são escassas, há uma política em que os militares são os primeiros a receber comida e outros recursos. Isso significa que pessoas ou “comuns” são relegadas a segundo plano e comumente passam fome. Nesse contexto, cerca de 60 mil cristãos secretos dependem do “contrabando” de comida, medicamentos e roupas feitas pela Portas Abertas para sobreviver.


Ainda assim, nossos irmãos norte-coreanos compartilham os poucos recursos que têm com quem tem menos ainda. Através da prática que eles chamam de “arroz santo”, eles separam uma parte da comida que recebem para o Reino de Deus. Essa porção é compartilhada com os menos favorecidos. A prática faz com que um laço de confiança se estabeleça e, posteriormente, lhes dá uma oportunidade de compartilhar o evangelho com essas pessoas.

MESMO DESCOBERTOS E PRESOS, NÃO DESISTIRAM

A Portas Abertas estima que haja cerca de 60 mil cristãos presos em terríveis condições na Coreia do Norte. Eles ficam em campos de trabalhos forçados comparados aos campos de concentração nazistas. Mas muitos permanecem firmes na fé mesmo nas piores circunstâncias. Este é o testemunho de Hannah*, que foi presa juntamente com a família por deixar o país. Quando descobriram que eles eram cristãos os puseram na solitária.

Hannah conta que os prisioneiros apanhavam muito, e se alguém resistisse era pior. “Mas meu marido era diferente. Quanto mais batiam nele, mais ele defendia sua fé. Ele gritava: ‘Se acreditar em Deus é pecado, eu prefiro morrer. Minha missão é viver de acordo com a vontade de Deus’”, diz a cristã perseguida.

Certo dia, a família toda foi chamada para sair da solitária e se apresentar ao delegado da prisão. Enquanto aguardavam para ouvir o veredito, oravam mentalmente por um milagre. “Não queríamos morrer na prisão, em um campo de prisioneiros políticos. E Deus respondeu nossas orações. O delegado nos deu uma anistia especial. Quando saímos da prisão naquela noite e estávamos finalmente livres, cantamos um hino baixinho”, conta Hannah.

*Nome alterado por motivo de segurança.

Revista Portas Abertas
A Revista Portas Abertas deste mês aborda a dificuldade que os pais cristãos na Coreia do Norte têm de transmitir a fé a seus filhos. Eles precisam mantê-la em segredo para a própria segurança. Sua contribuição pode levar materiais cristãos e apoio a um pai e um filho pelos próximos três anos. Assim, o evangelho chega aos pequenos da Coreia do Norte. Saiba como participar, clicando aqui.


Fonte:www.portasabertas.org.br

Apoio